You are here

A história do Napo

As origens do Napo

O Napo é uma ideia original de um pequeno grupo de profissionais de comunicação no domínio da saúde e segurança no trabalho que responde à necessidade de produtos de informação de alta qualidade, que rasguem as fronteiras nacionais e vão ao encontro das diferentes culturas, línguas e necessidades práticas das pessoas no local de trabalho. Os filmes não foram concebidos para proporcionar uma cobertura exaustiva de um tema, nem devem ser encarados como filmes de teor formativo ou educativo. O papel do Napo e dos seus amigos consiste em alertar para a saúde e segurança no trabalho, através das suas personagens simpáticas, de histórias engraçadas e de uma abordagem humorística e ligeira. “Segurança com um sorriso” é o contributo do Napo para locais de trabalho melhores, mais seguros e mais saudáveis. Cada filme é co-produzido por diversas instituições europeias. A Agência Europeia para a Segurança e a Saúde no Trabalho, com sede em Bilbau, Espanha, financiou o desenvolvimento do sítio Web.

Historial

O consórcio Filme Napo surgiu do Ano Europeu da Segurança e da Saúde 1992/3 e dos Festivais de Cinema Europeus organizados pela Comissão Europeia.

A Comissão apoiou os festivais de cinema, convicta de que era possível identificar e adaptar os melhores filmes a utilizar em toda a União Europeia. Isto viria a revelar-se difícil. Muitos filmes eram produzidos por empresas de produção comerciais não dispostas a renunciar aos seus direitos. As diferenças culturais fizeram com que as imagens, as narrativas e a «aparência e sensação» dificultassem a adaptação e a transferência de filmes através das fronteiras nacionais.

Na sequência do Festival de Cinema Europeu de Estrasburgo, em 1995, quatro profissionais de comunicação ativos da França, da Alemanha, da Suécia e do Reino Unido reuniram-se para debater formas de encomendar e produzir um filme destinado a ser utilizado em toda a Europa.

O Consórcio Napo é atualmente composto por oito membros - AUVA (Áustria); CIOP (Polónia); DGUV (Alemanha); EU-OSHA (Bilbau, Espanha); INAIL (Itália); INRS (França); SUVA (Suíça); e TNO (Países Baixos).

A equipa formada

Os filmes Napo são escritos e realizados por Eric Scandella em Via Storia.

A animação 3D é produzida por Fabrice Barbey na Protozoaire.

A música original é composta por Henri Muller.

O nascimento do Napo

O grupo elaborou uma proposta, uma especificação e um concurso de produção de um vídeo sobre sinais de segurança, tendo identificado duas produtoras do seu país, que foram convidadas a apresentar propostas. O contrato foi adjudicado à Via Storia, uma empresa francesa de Estrasburgo. Assim nasceu o Napo!

O primeiro vídeo, Napo e os Sinais, foi apresentado no Festival Europeu de Cinema de Edimburgo, em 1998, e ganhou prémios no Congresso Mundial de São Paulo, em 1999, e em festivais de cinema nacionais organizados na França e na Alemanha.

Em 2003, a Agência Europeia para a Segurança e a Saúde no Trabalho, com sede em Bilbau, manifestou interesse num terceiro vídeo de apoio à semana europeia e à respectiva temática das substâncias perigosas. Chegou-se a um acordo com o consórcio, segundo o qual a Agência podia fornecer matrizes do vídeo a todos os Estados-Membros, países candidatos e países da EFTA, com disposições claras relativas à utilização não exclusiva, aos direitos e aos custos. Esta colaboração teve continuidade.